Inicio Mapa do Site Glossário Ajuda Fale Conosco Diretório Español | English | Português
História

História

A história da FEMSA é fundamentada na geração de valor econômico e social. Desde a nossa origem, em1890, mantemos a vanguarda na indústria de bebidas por meio da constante inovação, eficiente desempenho, sólido crescimento e e pioneirismo no estabelecimento de programas orientados ao desenvolvimento de pessoas, das comunidades onde operamos e de respeito ao meio ambiente.

Esta é a forma com a qual a nossa empresa conseguiu tornar-se líder de bebidas no México e América Latina, assim como destacar-se diante de seus acionistas, colaboradores e da comunidade.

Selecione a década

1890 - 1899

1890

A história da FEMSA começa em 1890, com a fundação da Cervecería Cuauhtémoc em Monterrey, N.L., graças a um grupo de empresários, liderados por Don Isaac Garza, José Calderón, José A. Muguerza, Francisco G.Sada, e Joseph M. Schnaider.

Sob a razão social de Fábrica de Cerveja y Hielo Cuauhtémoc, a empresa iniciou as operações com 70 operários, 2 pessoas na administração e 100 mil pesos de capital. Os escritórios se localizavam em um armazém conhecido como Casa Calderón em Padre Mier y Galeana. A fábrica foi construída no mesmo lugar que ocupa hoje.

A primeira marca lançada foi a Carta Blanca e depois Saturno, uma marca que durou pouco tempo no mercado e logo desapareceu. Carta Blanca em garrafa transparente com tampa de (rolha) cortiça reforçada com arame se transformou na marca de vanguarda da empresa e uma das bebidas mais vendidas no México, posição que mantêm até hoje.

1892

A Cervecería Cuauhtémoc realizou a primeira de uma longa lista de inovações, mudando os cilindros de madeira utilizados para guardar as garrafas, por caixas de madeira que facilitavam seu transporte.

Os escritórios se transferiram para a fábrica.

1893

Foi lançada a primeira cerveja de barril com o nome de Cuauhtémoc, seu sucesso foi tão grande que a produção de cerveja de barril tornou-se constante.

Carta Blanca obteve a Medalha de Ouro em Chicago, primeiro reconhecimento outorgado a uma cerveja mexicana.

1899

Em 20 de outubro fundou-se a Fábrica de Vidros e Cristais com o objetivo de criar uma fonte interna para o abastecimento de garrafas de vidro. Iniciou as operações com trabalhadores estrangeiros especializados no sopro direto do vidro. Dificuldades técnicas e altos custos de produção ocasionaram o fechamento temporal desta empresa.

1900 - 1909

1900

A Cervejaria foi visitada por grandes personalidades que compareceram para conhecê-la, entre eles o General Bernardo Reyes, governador do Estado de Nuevo León nessa época.

1903

1903

As rolhas (cortiça) reforçadas das garrafas foram substituídas pelas tampas. Cuauhtémoc foi a primeira Cervejaria a adotar esta troca que veio facilitar as tarefas de engarrafamento e dar comodidade ao consumidor.

1905

1905

Registrou-se legalmente a marca Bohemia, destinada a se transformar em uma das cervejas de Cuauhtémoc mais famosas, por sua grande qualidade e suas características especiais, favoritas dos apreciadores da bebida.

1908

SM Alfonso XIII Rei da Espanha, nomeou Cauauhtémoc provedora oficial da Casa Real, permitindo o uso do Escudo Espanhol de Armas em etiquetas e impressos.

1909

1909

Com a fundação da Vidriera Monterey, renasce a produção de garrafas de vidro.

1910 - 1919

1911

1911

Foi fundada a Escola Politécnica Cuauhtémoc que oferecia cursos de ensino primário, artes, ofícios, 3º grau e comércio. Além disso, oferecia capacitação em eletricidade, fermentação, física e química a operários.

1914

Monterrey ficou à margem dos primeiros feitos revolucionários. Posteriormente, as forças de Pablo González tomaram a cidade e a Cervecería Cuauhtémoc foi ocupada.

Terminou a ocupação em novembro e Luis G. Sada foi o primeiro gerente de Cuauhtémoc que disse: "Aqui não houve nada, vamos trabalhar?"

1917

Eugenio Garza Sada tornou-se auxiliar no departamento de estatística e, com o tempo, se transformou no líder da Cervecería Cuauhtémoc, concretizando um dos pontos básicos da filosofia da empresa, "O homem está acima de toda consideração econômica."

1918

Em 30 de março se constituiu a Sociedad Cooperativa de Ahorros e Inversiones para los Empleados y Operarios de la Cervecería Cuauhtémoc, S.A. (Sociedade Cooperativa de Poupança e Investimentos para os Empregados e Operários), hoje SCYF, com o propósito de fomentar o desenvolvimento integral dos colaboradores da Cervejaria e seus familiares. Os objetivos originais foram proporcionar subsídios para melhorar o o salário, e também os serviços médicos, a poupança , os descontos , os esportes, os cursos, asbolsas de estudo, entre outros benefícios

1920 - 1929

1921

Fábricas Monterrey S.A. de C.V.(FAMOSA) que surgiu a partir de um departamento interno da Cervejaria, tornou-se independente e se instalou em frente à fábrica. FAMOSA teve início com a produção de tampas. Cresceu e expandiu sua produção para incluir envases metálicos.

1923

Com a introdução do gás carbônico aperfeiçoou-se o fornecimento da cerveja de barril para dar comodidade ao consumidor.

1926

Substitui-se o empacotamento das garrafas, de caixa de madeira para caixa de cartão corrugado.

1930 - 1939

1930

O tonel de madeira - utilizado para o engarrafamento da cerveja de barril - foi substituído por cilíndros metálicos. Isto tornou possível a pasteurização deste tipo de cerveja, dando ao consumidor um produto com mais vantagens, além de evitar por completo a perda do gás carbônico.

Iniciaram-se as exportações da Cervecería Cuauhtémoc de maneira oficial e sistemática.

1936

Titán S.A. estabeleceu-se como uma empresa independente, com um capital inicial de 750 mil pesos e 180 colaboradores. Foi se expandindo até cobrir todas as classes de embalagens de papelão. Originalmente Titán era um departamento de empacotamento que fazia parte da Fábricas Monterrey. Seu trabalho se limitava à fabricação de caixas de papelão corrugado.

Criou-se Malta S.A. para abastecer a Cervejaria com esta matéria-prima, indispensável para a elaboração da cerveja.

Constituiu-se a Companía Comercial Distribuidora.

Foi fundada Valores Industriales S.A, empresa detentora das companhias da Cuauhtémoc.

Mudou o nome de Sociedad Cooperativa de Ahorros e Inversiones para los Empleados y Operarios de la Cervecería Cuauhtémoc, S.A, para Sociedad Cauahhtémoc y Famosa (SCYF).

Nesta década utilizou-se pela primeira vez o rótulo oval de Carta Blanca como ícone da marca.

1940 - 1949

1940

Nasceu a Almacenes y Silos, depósitos utilizados para o armazenamento dos produtos da Cervecería Cuauhtémoc.

A Cervecería Cuauhtémoc completa 50 anos.

1943

Fundou-se Hojalata e Lámina (HYLSA) que iniciou com 179 colaboradores e 3 milhões de pesos de capital. Esta empresa surgiu porque, com a Segunda Guerra Mundial, tornou-se impossível a importação de lâminas de aço, matéria-prima crucial para tampas.

Segundo dizem, no início, a lâmina produzida era de tão baixa qualidade que não servia para a fabricação de tampas.Com o tempo HYLSA, chegou a estar entre as maiores empresas do México, reconhecida pela qualidade de seus produtos e seu desenvolvimento tecnológico.

Em 6 de setembro foi criado, através da visão de Don Eugenio Garza Sada, então diretor de Cervecería Cuauhtémoc, o Instituto Tecnológico y de Estudios Superiores de Monterrey (ITESM) que era chamado "o novo e mais querido dos filhos" de Don Eugenio, seu mais ardoroso promotor e idealizador.

O ITESM abriu suas portas com 350 estudantes e 14 professores, localizado em Abasolo n° 858, no terceiro andar do edifício do Banco de Nuevo León, que posteriormente foi o Hotel Plaza destinado a estudantes estrangeiros. León Avalos Vez exerceu o cargo de primeiro reitor e Roberto Guajardo Juárez atuou como Secretário Geral. Atualmente o TEC de Monterrey conta com 32 campus em todo país e é a universidade particular mais prestigiada da América Latina.

1944

1944

Inaugura-se o parque esportivo como parte das instalações de SCYF com 9 hectares, um lugar onde se realizam atividades esportivas para todos os colaboradores do grupo.

1945

Criou-se a Clínica da Sociedad Cuauhtémoc y Famosa para oferecer serviços médicos gratuitos aos colaboradores da empresa, antes de existir o Instituto Mexicano de Seguro Social.

1948

Introduziu-se o uso de gelo triturado nos pontos de venda para oferecer ao consumidor cerveja gelada.

1953

Introduziu-se a garrafa "Transparámbar" para impedir a entrada de luz que pudesse afetar a qualidade da cerveja.

1950 - 1959

1954

1954

Adquiriu-se a fábrica de Cervecería Cuauhtémoc em Tecate, Baja California Norte. Ali era fabricada uma pequena marca regional com o nome de Tecate.

Cervecería Cuauhtémoc de posse dessa marca fez seu lançamento em nível nacional, transformando-a na primeira cerveja em lata do México.

1957

Grafo Regia foi estabelecida como uma empresa independente, sendo até então um departamento interno de Cervecería Cuauhtémoc, responsável por produzir rótulos. Gradualmente expandiu seu campo de ação para incluir embalagens flexíveis de todo tipo.

Nesta mesma década o presidente da nação, Excelentíssimo Senhor Adolfo Ruiz Cortines, inaugurou em Monterrey a Colônia Cuauhtémoc, ocasião em que foram entregues 1.318 casas a colaboradores do grupo. Este feito também antecipou a criação de Infonavit.

1960 - 1969

1960

A Cerveceria Cuauhtémoc lançou no mercado o vasilhame Caguama com capacidade de quase um litro, proporcionando vantagens econômicas e de comodidade para o consumidor.

1964

Inicia o sistema "abresolo" em vasilhames de lata, um diferencial para o consumidor, que anteriormente necessitava de um abridor.

1967

A Cervecería Cuauhtémoc introduziu a garrafa com fechamento twist crown ( "quitapón" em espanhol) ou abre fácil. A rosca no gargalo da garrafa permite abrir manualmente sem a necessidade de um abridor.

1969

Foi Introduzida no mercado a garrafa com fechamento twist crown ("quitapón" em espanhol) ou abre fácil, utilizando um desenho especial na sua parte inferior.

Cervecería Cuauhtémoc construiu a fábrica de cerveja mais moderna e avançada da América Latina de sua época em Toluca.

1970 - 1979

1971

Começa a utilização das garrafeiras plásticas, que aumentava a proteção durante o transporte das garrafas, devido ao seu desenho leve e seguro.

1973

As autoridades nacionais do beisebol mexicano, o rei dos esportes, concederam à Cervecería Cuauhtémoc a sede vitalícia do Salón de la Fama para que aí se honrasse a memória dos homens que consagraram sua vida a esse esporte. O Salón de la Fama se encontra nos jardins da fábrica Monterrey. Adicionalmente, foram agregados pavilhões para os outros esportes.

Se celebram os 30 anos da fundação de ITESM. Contava com 6.500 alunos, 11 unidades estrangeiras, sendo oferecidos 29 cursos profissionalizantes, 13 mestrados e 1 doutorado.

1974

Separam-se as empresas do grupo industrial e VISA surge como detentora de Banca Serfin, Cervecería Cuauhtémoc e das empresas que formam sua integração vertical (basicamente embalagens). A outra detentora que se forma esse ano é o Grupo ALFA.

1977

Em 7 de novembro se estabeleceu, dentro do edifício central de Cervecería Cuauhtémoc, ocupando uma antiga seção onde operavam as primeiras panelas de cozimento, o Museo de Monterrey com a finalidade de promover a difusão de todo tipo de arte, principalmente pintura e escultura.

Iniciou-se a produção e uso da lata de duas peças, o que evitava toda possibilidade de vazamento de cerveja e deu maior qualidade ao produto.

1979

É fundada a Coca-Cola FEMSA.

1979

Cervecería Cuauhtémoc lançou no mercado a primeira cerveja leve mexicana com o nome de Brisa, adiantando-se à sua época. Esta marca não prosperou e se retirou do mercado vários anos depois.

1980 - 1989

1980

Se introduz o sistema "Beer Drive" para melhorar a distribuição da cerveja de barril aos centros de consumo, utilizando caminhões pipa e tanques refrigeradores.

1983

Aparece pela primeira vez a Cerveja Conmemorativa, iniciando uma tradição que celebra cada ano a temporada natalina. Esta marca se retira do mercado depois de vários anos.

1983

Tecate é lançada na apresentação "Quitapón" como uma opção adicional ao consumidor.

1985

É marcada uma nova era na indústria cervejeira mexicana com a histórica fusão das Cervecerías Cuauhtémoc y Moctezuma. Esta sinergia permite oferecer ao consumidor mais e melhores alternativas, além de manter a liderança no mercado nacional e reforçar a competitividade no mercado internacional, agregando as prestigiadas marcas XX Lager, Superior, Sol e Noche Buena ao portfolio de Cuauhtémoc.

1988

Em 1988, depois de concluir a reestruturação da dívida da empresa, se constitui FEMSA (Fomento Económico Mexicano, S.A. de C.V), principal subsidiária da VISA, que agrupa as empresas cervejeiras, de embalagem, refrescos e comércio.

1989

1989

Começam os festejos do primeiro centenário da Cervecería Cuauhtémoc, com atividades internas e programas de celebração nacional, com uma importante projeção à comunidade. Foi lançado o logotipo comemorativo e o slogan que acompanhou as festividades durante todo o ano. "Cem Anos são um Bom Princípio".

1990 - 1999

1990

Nasce a nova identidade gráfica que reúne as imagens dos imperadores que dão nome à fusão das Cervejarias "Cervecería Cuauhtémoc Moctezuma".

1991

Inaugurou-se em Navojoa uma das fábricas cervejeiras mais modernas do mundo. Sua operação permite otimizar o abastecimento dos mercados noroeste e de exportação. Como um feito sem precedentes, 2 anos depois de inaugurada, a fábrica quintuplicou sua produção inicial.

Sempre líderes em inovações e como resposta às demandas do consumidor, é lançado no mercado a apresentação 12 packs de Tecate, XX Lager lata, Tecate Light em lata e garrafa.

Nesta mesma década a marca Sol conquista o mercado europeu. Cervecería Cuauhtémoc Moctezuma distribui seus produtos a mais de 55 países, alguns deles com grande tradição cervejeira, como Inglaterra e Alemanha.

1993

Associação com The Coca-Cola Co. Esta importante empresa global adquire 30% das ações de Coca-Cola FEMSA.

Colocação de 19% do capital de Coca-Cola FEMSA na Bolsa Mexicana de Valores (BMV) e na Bolsa de Valores de Nova Iorque (NYSE).

1994

Se concretiza a associação com John Labatt Limited, cervejaria de grande prestígio, que adquire 30% das ações de Cervecería Cuauhtémoc Moctezuma.

Nesta década muda a apresentação de Carta Blanca. Sua nova imagem e qualidade foram premiadas e certificadas com o prêmio de "Monde Selection" em Paris, França.

Tecate celebra seus primeiros 50 anos, posicionando-se como a cerveja importada em lata nos Estados Unidos de maior venda, posição que ocupa atualmente.

Aquisição de 51% das ações de Coca-Cola em Buenos Aires, Argentina.

1995

Associação com Amoco Oil Co., para formar Amoxxo (50%-50%), empresa que opera os centros de serviço OXXO Express

1996

Aquisição do território de Sirsa em Buenos Aires (Coca-Cola FEMSA, Buenos Aires, KOFBA)

Aquisição de 24% adicional das ações de KOFBA.

1998

Muda-se o nome de VISA para FEMSA, depois de um intercâmbio de ações entre os acionistas das duas empresas.

Em maio, as ações da FEMSA são listadas na Bolsa de Valores de Nova Iorque (NYSE).

Iniciam-se as operações da FEMSA Logística como uma empresa independente.

2000 - 2009

2000

Vende-se a subsidiária Corrugados Tehuacán, fabricante de caixas de papelão para Willamete Industries.

Inicia-se uma associação entre ORACLE y FEMSA Logística para a criação de Solística.com., empresa que prestará serviços de logística através da Internet.

Depois de quase 22 anos de existência, o Museo de Monterrey, pioneiro na difusão e promoção da arte nesta cidade, fecha suas portas. FEMSA tomou esta decisão para concentrar seus esforços filantrópicos em projetos de alto impacto social, tais como a educação; o apoio a setores menos favorecidos da população; programas relacionados com o equilíbrio ambiental e em programas culturais (ver Responsabilidade Social).

2002

Em dezembro deste ano a FEMSA, Coca-Cola FEMSA e Panamco (Panamerican Beverages, Inc) anunciaram um acordo definitivo pelo qual Coca-Cola FEMSA adquire Panamco.

Panamco era a maior engarrafadora da América Latina e uma das três maiores engarrafadoras de produtos Coca-Cola no mundo. Panamco produzia e distribuía o portfólio de produtos Coca-Cola em suas franquias territoriais no México, Guatemala, Nicarágua, Costa Rica, Panamá, Colômbia, Venezuela e Brasil, assim como água mineral, cerveja e outras bebidas em alguns destes territórios. Panamco era um engarrafador âncora de The Coca-Cola Company.

2003

Em 6 de maio, a Coca-Cola FEMSA anuncia a aquisição final de Panamco (Panamerican Beverages, Inc.), transação considerada como uma das maiores aquisições internacionais efetuadas por uma companhia mexicana e que transforma a Coca-Cola FEMSA na companhia engarrafadora líder de produtos Coca-Cola na América Latina e na segunda maior engarrafadora do sistema Coca-Cola no mundo.

2004

Sem dúvida, o evento de maior relevância durante o ano é a recompra de 30% de FEMSA Cerveja. Esta operação preparou a FEMSA Cerveja para tomar o controle da importação, marketing e distribuição de suas marcas nos Estados Unidos, ao mesmo tempo que lhe permitiu explorar estratégias alternativas para este mercado.

Na terceira semana de junho é assinado o acordo comercial com Heineken para comercializar as marcas de cerveja nos Estados Unidos. Sob os termos e condições do acordo, Heineken USA se responsabilizará pela promoção, vendas e distribuição das marcas: Tecate, Dos Equis, Sol, Carta Blanca e Bohemia em todo o território norte americano, a partir de 1º de janeiro de 2005. Cervecería Cuauhtémoc Moctezuma e Coors Grewing Company anunciaram um acordo por 10 anos que transformou a FEMSA cervejaria na única e exclusiva vendedora de Coors Light no México, em um acordo em que ambas as partes capitalizaram uma oportunidade de negócio que complementa suas principais estratégias.

2005

Em 1º de Março, FEMSA obteve o reconhecimento como Empresa Socialmente Responsable (ESR) para suas unidades de negócio Coca-Cola FEMSA, FEMSA Comércio (OXXO) e FEMSA Insumos Estratégicos, por parte de CEMEFI(Centro Mexicano para la Filantropía). Este reconhecimento é resultado de um compromisso de responsabilidade social refletido em suas gestões estratégicas operativas e de negócio, assim como o meio ambiente, o apoio à educação, a cultura e as comunidades nas quais operam.

Em 13 de Julho deste ano, a união de esforços de Coca-Cola FEMSA, Coca-Cola México e ALPLA, deram como resultado a inauguração da fábrica de reciclado de PET com maior capacidade na América Latina e a primeira de seu tipo no México.

Com um investimento de 20 milhões de dólares, esta fábrica é capaz de garantir os mais altos padrões de qualidade e pureza, para que o PET reciclado possa ser reutilizado na produção de novas garrafas.

Ao ser a primeira empresa com esta tecnologia na América Latina, e a maior do mundo com uma capacidade de 25.000 toneladas anuais, esta fábrica transforma o México em um dos países pioneiros no desenvolvimento deste tipo de procedimento para o cuidado do meio ambiente.

Em Setembro de 2005, foi assinado um acordo de venda, marketing e distribuição com Sleeman Breweries; cervejaria Canadense líder em seu território. Este acordo, efetivo a partir de 1º de Janeiro de 2006, oferece uma significativa oportunidade de crescimento para as marcas Sol e Dos Esquis no mercado canadense.

Em Outubro de 2005 foi firmado um acordo comercial de venda, marketing e distribuição com Molson Coors no Reino unido -mercado de exportação mais importante depois dos Estados Unidos.

Em fins de Outubro, com um investimento de 40 milhões de dólares, a FEMSA Cerveja inaugura na cidade de Puebla a maior maltera do México e uma da maiores do mundo, fortalecendo a cadeia produtiva nacional da indústria maltera mexicana.

Estas operações beneficiam mais de 12.000 agricultores e suas famílias, nos estados de Puebla, Tlaxcala, México, Hidalgo e na zona de Bajío, garante um consumo de cevada de mais de 250.000 toneladas por ano, o aproveitamento de 80.500 hectares de cultivo, o que representará uma movimentação econômica superior a 500 milhões de pesos.

Com um investimento em torno de 6 milhões de dólares em modernas instalações, a Coca-Cola FEMSA inaugura uma Mega-Distribuidora no parque industrial "Puebla 2000" na cidade de Puebla, uma das maiores do México, agilizando a distribuição de refrescos em armazéns, bares, restaurantes, escolas e lojas de auto-serviço e conveniência.

No mês de Novembro, Cervecería Cuauhtémoc Moctezuma entregou 87 constâncias para a primeira geração de garçons e cantineiros que se prepararam em cursos de "El Mesero Responsable" (O Garçom Responsável), divididos em setembro e outubro. Este curso é um programa da corrente educacional, que procura criar consciência entre garçons e cantineiros sobre a importância de contribuir para promover estilos de vida responsáveis e saudáveis com enfoque ao consumo moderado e responsável do álcool.

No final de Novembro, a FEMSA obteve o Prêmio a "Ética y Valores en la Industria", outorgado pela Confederación de Cámaras Industriales de los Estados Unidos Mexicanos (CONCAMIN). Este prêmio reconhece as Melhores Práticas de ética nos negócios, promoção e vivência de valores corporativos e de responsabilidade social de todas as companhias que operam no México.

2006

2006 Kaiser

FEMSA Cerveja adquire o controle da cervejaria brasileira Kaiser, mediante a compra de 68% da empresa, por 68 milhões de dólares. FEMSA é agora a única empresa com operações cervejeiras em dois dos mercados mais atrativos no mundo: México e Brasil.

2007

 

Em 8 de Novembro de 2007, Coca-Cola FEMSA (KOF) e The Coca-Cola Company (TCCC) adquirem o 100% de Jugos del Valle, com operações no México e Brasil, ocupando o segundo e primeriro sítio nestos mercados. Esta operação consolida a posição de KOF no segmento de bebidas sem gás, garantindo a seus consumidores bebidas de qualidade e serviço excepcionais.

2008

 

Coca-Cola FEMSA, FEMSA Comércio, FEMSA Empaques e FEMSA Logística, foram credoras do reconhecimento Empresa Socialmente Responsável (ESR) outorgado pelo CEMEFI. Cervejaria Cuauhtémoc Moctezuma também recebeu pela segunda ocasião dito reconhecimento, reforçando assim nosso compromisso com a comunidade, nossos empregados e o meio ambiente. .

 

Em 26 de junho de 2008, Coca-Cola FEMSA (KOF) concluiu exitosamente a transação com The Coca-Cola Company para aquisição da franquia Refrigerantes Minas Gerais Ltda., (Remil) por 364.1 milhões. Isto incrementa nossa presença no Brasil em mais de una terceira parte, aumentando substancialmente o número de clientes e consumidores atendidos naquele território.

 

Em novembro, FEMSA é incluida em a listra dos 10 melhores empregadores do México, ao ser galardoada com o reconhecimento Best Employers México 2007-2008 pelo Hewitt Associates, a internacionalmente distinguida empresa de recursos humanos.

 

O 14 de novembro do presente ano, se instituió a Fundação FEMSA, instrumento de inversão social que apoia a educação, a ciência e a tecnología para a conservação e o uso sustentável da agua e a promoção da vida saudável na comunidade.

2009

Agua Brisa 

Coca-Cola FEMSA e The Coca-Cola Company anunciaram no dia 27 de fevereiro de 2009, a clausura exitosa da transação para adquirir o negócio de agua engarrafada Brisa (incluindo a marca e os ativos produtivos), propiedade da empresa Bavaria, uma subsidiaria da SABMiller.

 

Coca-Cola FEMSA inaugurou no dia 13 de maio de 2009, em Chalco, Estado do México, um Mega Centro de Distribuição, o qual atenderá mais de 18 mil clientes, através da sua infraestrutura de 40 mil metros quadrados e um parque de veiculos de 112 ônibus de entrega, veiculos de prevenda e itilitários.

compras no OXXO com cartões de crédito e débito 

Desde setembro de 2009, os clientes de OXXO contam com a opção de realizar suas compras com cartões de crédito e débito em todos os establecimientos da rede de lojas a nível nacional.

Logo Imbera 

No dia 29 de setembro de 2009, FEMSA lança Imbera, companhia produtora de refrigeradores comerciais que cria um novo standard na industria incorporando a melhor tecnologia desenvolvida pela empresa, que gera a mais alta eficiência de operação e um consumo de energia inferior nesta classe de aparelhos a nível mundial.

Prêmio de Agua 

No dia 16 de novembro de 2009, Fundação FEMSA e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) outorgaram a primeira edição do Prêmio de Agua e Saneamento para América Latina e o Caribe, concurso que destaca a inovação na gestão de agua e saneamento de resíduos sólidos.

Centro de Recursos Hídricos para América Central e o Caribe 

Fundação FEMSA em conjunto com o governo de Costa Rica, o setor privado e o setor acadêmico, assinaram uma aliança para a criação do primeiro Centro de Recursos Hídricos para América Central e o Caribe.

Placa da loja 7.000 

OXXO inaugura sua loja número 7.000 em Tizimín, Yucatán, México.

 
 
2010

2010

 

No dia 30 de abril de 2010, FEMSA anunciou a conclusão da transação mediante a qual FEMSA concordou com o intercâmbio do 100% das suas operações de cerveja pelo 20% das ações da Heineken. Mediante esta transação incrementamos nossa participação de mercado e nossa eficiência competitiva.

FEMSA, a empresa integrada de bebidas líder na América Latina, recebeu pela quinta vez o Prêmio à Ética e Valores do Setor na categoria de Empresas Grandes, concedida pela Confederação das Câmaras Industriais dos Estados Unidos Mexicanos (CONCAMIN).

Com a presença de autoridades locais e representantes da Cadeia, abriu a loja número 8.000 de OXXO no México, localizada em Dolores Hidalgo, Guanajuato que é um dos locais mais emblemáticos da história do nosso país e a abertura coincide num período significativo, pois é o mês de setembro e no ano de comemoração do Bicentenário da Independência do México.

 
 
2011

2011

Coca-Cola FEMSA anunciou a conclusão bem sucedida da aquisição conjunta com The Coca-Cola Company, de Grupo Indústrias Lácteas no Panamá ("Estrella Azul" e "Del Prado"), um fabricante e comerciante de laticínios, sucos e refrigerantes com mais de 50 anos de liderança no mercado do Panamá. Esta transação permitirá a Empresa entrar na categoria de leite e produtos lácteos, um dos segmentos maior dinâmica, escala e valor na indústria de bebidas não-alcolicas na América Latina.

Foram galardoadas com a distinção de ESR oferecida pelo Centro Mexicano para a filantropia (CEMEFI) as unidades de negócio Coca-Cola FEMSA, FEMSA Comércio, FEMSA Empaques e FEMSA Logística o obtiveram pelo sétimo ano consecutivo. FEMSA o obteve, pelo quinto ano consecutivo.

OXXO abriu a sua loja número 9.000 no México na cidade de Oaxaca, que continua contribuindo para o crescimento e desenvolvimento das comunidades onde atua em todo o território nacional.

Coca-Cola FEMSA S.A.B. de C.V. e Grupo Tampico S.A. de C.V. e seus acionistas, anunciam a fusão bem sucedida da divisão de bebidas do Grupo Tampico com Coca-Cola FEMSA. Esta transação obteve todas as autorizações necessárias, entre elas, a aprovação da Comissão Federal de Concorrência e a de The Coca-Cola Company.

Coca-Cola FEMSA S.A.B. de C.V. e Corporación de los Ángeles S.A. de C.V. e seus acionistas, anunciam a fusão bem sucedida da divisão de bebidas do Grupo CIMSA com Coca-Cola FEMSA. Esta transação obteve todas as autorizações necessárias, entre elas, a aprovação da Comissão Federal de Concorrência e a de The Coca-Cola Company.

 
 
2012 - Atualidade

2012

A Confederação de Câmaras Industriais dos Estados Unidos Mexicanos (CONCAMIN), FEMSA deu o reconhecimento de "Ética e Valores na Indústria", na categoria de Empresa Grande, pelo sétimo ano consecutivo. O prêmio reconhece a cultura de negócios baseada em valores e no respeito da legalidade, bem como programas de sustentabilidade operacional das empresas da FEMSA.

FEMSA e suas unidades de negócios recebem o distintivo de Empresa Socialmente Responsável (ESR), concedido pelo Centro Mexicano para a Filantropia (CEMEFI) devido a seus programas e iniciativas relacionadas com a qualidade de vida na empresa, participação social e de impulso para o desenvolvimento das comunidades, responsabilidade de produtos, marketing responsável e cuidados ao meio ambiente, entre outros.

Coca-Cola FEMSA S.A.B. de C.V. e o Grupo Fomento Queretano, S.A.P.I. de C.V. e seus acionistas, anunciaram a fusão bem sucedida da operação de bebidas do Grupo Fomento Queretano com Coca-Cola FEMSA. Esta transação obteve todas as autorizações necessárias, entre elas, a aprovação da Comissão Federal de Concorrência e a de The Coca-Cola Company.